Autor - EDUARDO MENDES

Como aumentar seu score para obter um cartão de crédito?

Você sabia que existe uma espécie de histórico financeiro, em que todas as suas transações, pagamentos e inclusive, inadimplências, podem ser consultadas? A partir destas informações, cada consumidor recebe uma nota, o chamado score de crédito, que varia de 0 a 1.000. Sendo assim, todas as vezes que você solicitar um empréstimo ou crédito em determinada instituição financeira, seu score será consultado. Quanto maior ele for, maiores serão as chances de ser aprovado. Entretanto, caso você tenha tido reprovações consecutivas em reiteradas solicitações de crédito, pode ser que o seu score esteja um pouco baixo. A seguir, saiba algumas dicas para aumentar o seu score para finalmente para obter um cartão de crédito.

É provável que você também goste:

Será que o Banco Inter lançou cheque especial e cartão Visa Infinite?

Como aumentar seu score para obter um cartão de crédito?

Pague suas contas em dia

Ser um bom pagador é fundamental para se ter um bom score. Inclusive, ao pagar as contas antes do vencimento, há um aumento e “bonificação” no seu score! Portanto, além de deixar seu nome limpo, você ganhará “créditos” e evitará o pagamento de juros.

Faça compras a prazo

Quem compra sempre a vista ou no débito, não da a “chance” de ser visto como um bom pagador pelos bancos. Sendo assim, uma boa estratégia para aumentar o numero de transações financeiras em seu CPF, é realizando mais compras no crédito. Mas, lembre-se que é essencial pagar suas faturas em dia!

Quite todas as suas dívidas

Um dos pontos que negativa os clientes de bancos é a presença de dívidas e atrasos em pagamentos. Sendo assim, a melhor forma de acabar com tais pendências é quitando tudo que estiver em aberto. Quando os vencimentos forem de anos atrás, ou ainda, sejam valores altos e que fogem do seu orçamento, entre em contato com as instituições para tentar renegociar diretamente com eles as dívidas. Portanto, além de estar aumentando o seu score, você terá novamente o seu nome limpo. Uma boa oportunidade é usar o Feirão Limpa Nome da Serasa, por exemplo.

Mantenha seus dados cadastrais atualizados

Consumidor só pode ficar com o nome sujo por 5 anos

Geralmente, as instituições financeiras consultam SPC e Serasa no momento que você tenta obter um cartão de crédito?. Pensando nisso, é essencial que você tenha sempre os seus dados pessoais atualizados (como CPF, endereço, telefone, renda, etc). Ademais, existe a possibilidade de inscrever-se no Cadastro Positivo, que é uma “autorização” para que seu CPF seja consultado por outros bancos.

Evite realizar excessivos pedidos de crédito

Enquanto você está tentando aumentar o seu score, é fundamental evitar consultas desnecessárias de bancos e financeiras ao seu CPF, pois isso poderá reduzir o score. Evite solicitar vários cartões de crédito ao mesmo tempo, se você perceber que não está conseguindo. A cada consulta, o seu score vai diminuindo, pois o mercado entende que você precisa de crédito.

Por fim, realize todos os procedimentos orientados anteriormente, e aguarde pelo menos alguns meses para solicitar novamente e finalmente obter um cartão de crédito, bem como eventuais solicitações de empréstimos e financiamentos.

Enfim, gostou do artigo?

Então nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Assim acompanhará artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao assunto de fintechs.

Saiba como consultar o saldo do FGTS pelo seu celular

Todos os trabalhadores que possuem carteira assinada recebem mensalmente depósitos do FGTS pelo seu empregador. Anteriormente, era um pouco complicado para conferir o valor disponível na sua conta. Agora, você pode verificar o saldo do FGTS pelo celular. Veja como fazer isso aqui neste post.

Existem várias formas de consultar o saldo do FGTS. Uma delas é ir presencialmente em uma agência da Caixa e solicitar o seu extrato. Se tiver o seu Cartão do Cidadão é possível consultar nos caixas eletrônicos. E por fim, a maneira mais fácil de todas é pelo internet.

É provável que você também goste:

Como fazer seu empréstimo na Caixa sem consulta ao SPC e Serasa com o FGTS?

Saiba como consultar o saldo do FGTS pelo seu celular

Pela internet, também existem algumas maneiras de consultar o seu saldo do FGTS. Ou seja, através de e-mail, mensagens SMS e pelos aplicativos da Caixa. Confira cada uma delas logo abaixo.

Como cadastrar pelo site

  1. Primeiramente, acesse este site. Informe o número do seu NIS e clique em “cadastrar senha”.
  2. Leia o regulamento e clique em “aceito”.
  3. Preencha todos os campos com os seus dados pessoais. Aqui, você vai precisar do número do seu Titulo de Eleitor.
  4. Crie uma senha com até 8 dígitos e confirme.
  5. Você receberá uma notificação de cadastro realizado.
  6. Para acessar, preencha os campos e aperte em OK.

Pronto. Você já pode consultar o seu extrato do FGTS.

Cadastre seu celular para receber o saldo do FGTS por SMS ou por e-mail

Para fazer isso, é muito simples. Basta entrar neste link, fazer seu login e cadastrar seu celular. Portanto, sempre que houver uma nova atualização no saldo, como rendimentos ou depósito realizado pelo empregador, você receberá um SMS.

Todavia, você ainda pode utilizar os aplicativos específicos da Caixa Econômica Federal para o FGTS. Atualmente, há versões para Android na Google Play Store, para iOS na App Store, ou para Windows, que você pode baixar na Windows Store.

Gostou da notícia?

Então siga nossas redes sociais FacebookTwitter e Instagram para continuar acompanhando todos os artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao mundo das Fintechs.

Será que o Banco Inter lançou cheque especial e cartão Visa Infinite?

Nos últimos dias, muitos clientes do Banco Inter receberam um e-mail para a migração do perfil da conta para um novo segmento. De acordo com o texto contido no e-mail, a novidade seria o Banco Inter Black, com inúmeras vantagens, como limite no cheque especial, dois cartões de crédito MasterCard Black e Visa Infinite, sem taxa de adesão e sem cobrança de anuidade entre outras vantagens relacionadas a financiamentos, com juros a apenas 6% ao ano e com carência de até doze meses para pagar. Será que isso é verdade?

É provável que você também goste:

Banco digital BS2 é anunciado como patrocinador master do Flamengo

Será que o Banco Inter lançou cheque especial e cartão Visa Infinite?

Evidentemente, isso trata-se de um golpe, e até mesmo por alguns erros de português fica fácil de identificar. A intenção dos criminosos é de capturar informações e utilizá-las posteriormente com uma prática amplamente conhecida como Phishing. Ou seja, o suposto e-mail funciona como uma isca. Portanto, quem clicar no link e inserir os seus dados, estará sujeito a um golpe. Ademais, vai acabar divulgando a desconhecidos informações sensíveis, como números de documentos, número de contas bancárias e senha. Por isso, tenha muito cuidado. Quando a esmola é demais, o Santo desconfia. 

O e-mail recebido pelos correntistas, e divulgado pelo Leandro Vieira no Canal Cartões de Crédito Alta Renda contém o seguinte texto:

“Nós do Banco Inter, estamos lhe parabenizando por sua parceria ao nosso banco e lhe desejando as boas vindas ao seu novo segmento de clientes Banco Inter Black.

Banco Inter Black é o segmento para clientes de grande potencial do Banco Inter, que oferece maiores e melhores linhas de créditos, com atendimento e agências exclusivas e gerente disponível 24h por dia pelo fone fácil.

Para efetuar sua atualização, basta se cadastrar através deste e-mail junto ao Banco Inter e aguardar alguns dias, que logo entraremos em contato para a confirmação da atualização e assinatura do novo contrato.

O que inclui nessa atualização de conta:

Insenção de taxas para cartão de crédito e conta corrente.

2 (dois) Cartões de Crédito Banco Inter (Mastercard Black e Visa Infinite) sem taxa de adesão e anuidade.

Aumento de limites de cheque especial com juros de 1,2% ao mês.

Novo crédito imobiliário com juros de 6% ao ano e carência de até 12 meses para começar a pagar.

Financiamento de veículos, Motocicletas e Náutica com juros de 6% ao ano e carência de até 12 meses para começar a pagar.

Qualquer uma das modalidades acima já está disponível para você, bastando apenas cadastrar-se e aguardar o nosso contato.”

O Leandro entrou em contato com a assessoria de imprensa do Banco Inter e O Banco informou que é uma tentativa de fraude, e que não trabalham nos cartões com a bandeira Visa. Ainda reforçou que o cartão Black é concedido somente para investidores do Banco Inter, que possuem a partir de R$ 250 mil em aportes.

Caso queira conferir o vídeo publicado no canal do Leandro, ele segue logo abaixo:

Enfim, gostou da notícia?

Então nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter Instagram. Assim acompanhará artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao assunto de fintechs.

Nubank: você pode estar com a função débito na NuConta. Saiba como ativar

No final de 2017, o Nubank anunciou a NuConta, e desde lá, já teve a adesão de mais de 4 milhões de clientes, como divulgou hoje (22/3). Em 11 dezembro de 2018, foi anunciada a função débito na NuConta. Entretanto, apenas começaram alguns testes para a liberação da funcionalidade. Para isso, era necessário se inscrever no próprio aplicativo para ser um dos primeiros a testar. Em 31/1, o Nubank liberou para 66 mil clientes das 710 mil pessoas que se cadastraram. Entretanto, você já pode estar com a funcionalidade liberada e sequer percebeu. Saiba como ativar aqui neste artigo.

É provável que você também goste:

Aproveite: PicPay agora tem rendimento igual ao da NuConta, do Nubank

Nubank: você pode estar com a função débito na NuConta. Saiba como ativar

Afinal, como ativar a função débito na NuConta?

A função débito ainda está sendo liberada aos poucos através de convite pelo próprio Nubank. Contudo, caso você já tenha sido liberado, para ativar a função débito é necessário que o seu aplicativo esteja devidamente atualizado.

Feito isso, toque no seu nome na tela inicial do app. Em seguida, na opção “Ativar função débito”. Depois disso, é só seguir o passo a passo indicado. Com a função débito ativada, os clientes poderão usar a rede Banco24Horas para efetuar os saques.

Cobrança pelo saque

Você pode sacar o seu dinheiro nos caixas eletrônicos da rede Banco24Horas. Entretanto, a cobrança de R$ 6,50 por saque ainda é a parte mais polêmica na liberação da funcionalidade. De acordo com o próprio Nubank, este custo refere-se a R$ 5 de taxas que a empresa precisa pagar em cada saque mais os impostos embutidos, e não vai lucrar absolutamente nada pelos saques.

Ou seja, ao você utilizar a rede externa de caixas gera um custo para a fintech. Conforme o Nubank, aproximadamente R$ 5,56 são destinados a cobrir os custos de terceiros e mais R$ 0,94 de impostos que incidem na operação de saque.

Enfim, gostou da notícia?

Então nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Assim acompanhará artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao assunto de fintechs.

Nubank atinge a marca de 4 milhões de usuários na NuConta

A fintech Nubank anunciou nesta sexta-feira (22/03) que atingiu a marca de 4 milhões de contas de pagamento abertas na NuConta. A conta digital não possui tarifas de manutenção, exceto tarifas para saques ao custo de R$ 6,50. O dinheiro depositado na NuConta rende mais do que a poupança, ou seja 100% do CDI.

É provável que você também goste:

O Banco Inter lançou cheque especial e cartão Visa Infinite? Será?

Nubank atinge a marca de 4 milhões de usuários na NuConta

De acordo com o Nubank, a demanda pela NuConta aumentou consideravelmente logo após o lançamento da função débito em dezembro de 2018. Aproximadamente 1,4 milhão de pessoas aderiram à NuConta desde então.

A conta digital do Nubank foi lançada em 2017. Inicialmente, a NuConta fazia apenas o pagamento de boletos bancários e contas online. Todavia, um dos grandes diferenciais é o fato de permitir transferências gratuitas e ilimitadas para qualquer banco.

Contudo, a função débito ainda não está disponível para todos os clientes. O recurso começou a ser liberado para alguns clientes e para 66 mil clientes dos que haviam solitado no mês de janeiro. Aos poucos, a funcionalidade tem sido estendida aos demais clientes. Nos últimos dias, um grande número de usuários têm o débito e o saque liberado e não perceberam. Confira este artigo para verificar.

Muita gente não sabe, mas é possível abrir uma conta de pagamento mesmo com o pedido do cartão de crédito negado. Isso é possível porque o Nubank não faz análise de crédito para conceder uma NuConta. Ademais, ela pode inclusive aumentar suas chances de conseguir um cartão de crédito no futuro. Aliás, cabe ressaltar que é bem difícil ser aprovado no roxinho, e inclusive existe até uma lista de espera para quem não foi aprovado, mas que ainda tem chances.

Enfim, gostou da notícia?

Então nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter Instagram. Assim acompanhará artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao assunto de fintechs.

Banco digital BS2 é anunciado como patrocinador master do Flamengo

O Flamengo anunciou oficialmente nesta sexta-feira (22) o banco digital BS2 como seu novo patrocinador master. O acordo deve ser firmado até o final de 2020. Primeiramente, o clube estima que tenha uma arrecadação superior a R$ 30 milhões. Caso se confirme, este valor ultrapassará em 20% o contrato que o clube tinha com a Caixa Econômica Federal que recentemente cancelou todos os contratos com clubes de futebol, agora no governo Jair Bolsonaro. Contudo, o contrato somente entrará em vigor após a análise e a respectiva aprovação pelo Conselho Deliberativo.

É provável que você também goste:

Aproveite: PicPay agora tem rendimento igual ao da NuConta, do Nubank

Banco digital BS2 é anunciado como patrocinador master do Flamengo

Uma imagem do protótipo de como deve ficar a marca estampada na camisa foi apresentada internamente entre a diretoria. A versão final deve ter a palavra “banco” logo abaixo do logotipo da empresa.

O acordo prevê o pagamento de um valor fixo de R$ 15 milhões, que pode ser bem maior, dependendo da participação do clube na venda de produtos do BS2, com a força da torcida rubro-negra.

Tanto Rodolfo Landim, presidente do Flamengo quanto o Diretor-presidente do BS2 se manifestaram sobre as expectativas com a parceria.

“Desenvolvemos esse modelo de contrato com o BS2 porque, além de conhecer a seriedade e a qualidade do serviços do banco, sabemos a força da Nação rubro-negra. Tenho certeza que a nossa torcida vai abraçar esta parceria.” foi o que afirmou Rodolfo Landim, presidente do Flamengo.

“Estamos muito felizes com a oportunidade de unir as nossas marcas na grande paixão dos brasileiros, o futebol. O Flamengo é um dos maiores clubes do mundo, com mais de 40 milhões de torcedores apaixonados em todo o País. Nossa expectativa é que essa parceria seja um sucesso para o clube, para o Banco BS2, e que traga muitas alegrias para o torcedor rubro negro.” Foram as palavras do Diretor-presidente do BS2.

Assim como o Banco BMG, muito provavelmente o banco digital BS2 deve lançar uma conta digital e cartão de crédito voltado para os torcedores do Clube de Regatas do Flamengo.

Enfim, gostou da notícia?

Então nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter Instagram. Assim acompanhará artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao assunto de fintechs.

Via Flamengo

PicPay agora tem rendimento igual ao da NuConta, do Nubank

Para quem ainda não conhece, o PicPay é um aplicativo de pagamentos disponível para Android e iOS, que possibilita criar vaquinhas entre amigos, pagamento de boletos e contas de consumo, além de bares e restaurantes. Desde o dia 19/03, o PicPay disponibilizou mais uma novidade. Agora, todo o dinheiro no PicPay tem rendimento diário superior ao da poupança. Com rendimento diário de 100% do CDI, é bem melhor que guardar o dinheiro no cofrinho ou no seu antigo banco. O rendimento é equivalente ao da NuConta. Confira maiores informações.

É provável que você também goste:

Mercado Livre libera limite de crédito no boleto s/ consultar SPC/Serasa

PicPay agora tem rendimento igual ao da NuConta, do Nubank

Primeiramente, dentre as inúmeras vantagens em baixar o aplicativo PicPay, está um bônus de R$ 10 a cada amigo indicado por você que faça ao menos um pagamento por cartão de crédito. Inclusive, caso você queira experimentar, aqui vai a minha indicação. Não esqueça de utilizar o meu código RKWM.

Todo saldo que você tiver na sua conta do PicPay, independente da origem está rendendo automaticamente ao equivalente a 100% do CDI. Aliás, isso inclui inclusive o que você ganha em vários cashbacks que são disponibilizados aos clientes diariamente. Ademais, todos os valores que você tiver em conta podem ser transferidos a qualquer momento para a sua conta bancária

Uma grande vantagem do PicPay são as frequentes promoções que você ganha percentuais de cashback. Ou seja, ao pagar um boleto e ao transferir para um amigo, por exemplo. E ainda, você pode ficar tranquilo ao adicionar dinheiro na sua conta do PicPay. Isso porque é um investimento de baixo risco e dispensa garantias como do FGC, por exemplo.

Além disso, você pode efetuar pagamentos com o PicPay em uma maquininha da Cielo. Veja como é fácil o procedimento:

  • No estabelecimento, solicite ao comerciante para pagar com seu celular;
  • Na maquininha, deve ser digitado o valor da compra, selecionar a opção crédito e apertar no botão verde (entra);
  • No seu PicPay, toque no ícone de QR code, no canto superior esquerdo, e escaneie o código da máquina de cartão. Este código estará disponível por 30 segundos;
  • Você pode pagar utilizando seu cartão de crédito ou saldo no aplicativo. Por fim, basta confirmar o pagamento e aguardar pela impressão do recibo.

Se você ficou com dúvidas, confira o vídeo logo abaixo:

Enfim, gostou da notícia?

Então nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Assim acompanhará artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao assunto de fintechs.

Mercado Livre: limite de crédito no boleto sem consultar SPC/Serasa

Em 2018, o Mercado Livre lançou o Mercado Crédito para vendedores. Alguns meses atrás, em um projeto piloto, começou a liberar limite de crédito para compras de 2 até 12 vezes sem juros pagando no boleto. Entretanto, nas últimas horas o Mercado Livre liberou limite de crédito no boleto para uma grande quantidade de usuários. Conforme relatos de leitores que entraram em contato conosco, inclusive para quem possui algumas restrições no CPF. Tudo indica que o mais importante é ter boas movimentações na conta do Mercado Livre. Saiba aqui neste artigo como conferir se você tem limite disponível.

Leia também:

Você já pode estar com a função débito na NuConta. Saiba como ativar

O Banco Inter lançou cheque especial e cartão Visa Infinite? Será?

Mercado Livre: limite de crédito no boleto sem consultar SPC/Serasa

Como funciona

O procedimento funciona da seguinte forma: ao fazer uma compra no Mercado Livre e for efetuar o pagamento, aparece a opção “Mercado Crédito”. Dependendo do seu limite de crédito, aparecerá essa opção. Contudo, em alguns casos não aparecerá a opção. Por exemplo, caso o produto escolhido tenha um preço inferior a R$ 125 ou superior ao seu limite.

Em algumas outras situações a opção Mercado Crédito deixa de aparecer, como por exemplo quanto você atrasar o pagamento de uma fatura. Ademais, por motivos de segurança, não é possível usar o Mercado Crédito para comprar itens nas seguintes categorias: “Joias e Bijuterias”, “Network Cards”, “Cartões Xbox Live”, “Poker”, “Moedas Virtuais”, e “Cartões Pré-Pagos para Jogos”.

Como verificar o seu limite de crédito no boleto

Caso queira conferir o seu limite de crédito no boleto do Mercado Pago, basta estar com o login ativo na sua conta do Mercado Livre e entrar aqui neste link.

Entretanto, a taxa de juros cobrada podem deixar os preços bem elevados. Os juros começam a partir de 4% ao mês, mas conforme o número de parcelas aumentam. Fiz uma simulação em um produto que custa R$ 339 e em 12 vezes de R$ 42,59 no Mercado Pago acaba ficando com um preço final de R$ 511,08. Ou seja, uma taxa de juros de 6,960090% ao mês.

Cabe ressaltar que é possível ainda abater do valor do produto algum saldo que porventura você tenha disponível no Mercado Pago. Ademais, se você parcelar, é possível pagar as parcelas com antecedência, obtendo bons descontos, de maneira semelhante ao Nubank quando se antecipa um pagamento.

E então, verificou o seu saldo? Será que vale a pena parcelar no boleto pelo Mercado Pago? Deixe seu comentário logo abaixo.

Enfim, gostou da notícia?

Então nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter Instagram. Assim acompanhará artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao assunto de fintechs.

BIA, assistente digital do Bradesco, atinge 100 milhões de interações

A BIA – Bradesco Inteligência Artificial acaba de alcançar o total de 100 milhões de interações com com clientes, funcionários e demais interessados. Isso desde o início de sua operação no final de 2016, sendo que 75% ocorreram nos últimos 12 meses. Hoje, já são milhares de interações diárias. A quantidade de usuários também vem aumentando a cada dia. Ela ainda praticamente quadruplicou entre fevereiro de 2018 e fevereiro de 2019. Atualmente são 14 milhões de usuários.

É provável que você também goste:

P2P: é possível emprestar dinheiro para outras pessoas lucrando como os bancos?

Plataforma de Inteligência Artificial, considerada uma referência mundial, gera respostas em menos de três segundos

Seja por mensagens de texto, chat interativo ou voz, a Bia é capaz de esclarecer dúvidas sobre produtos e serviços via App Bradesco, App next, Google Assistente e WhatsApp.

BIA, assistente digital do Bradesco, atinge 100 milhões de interações

Com tempo de resposta menor que 3 segundos e 95% de resoluções de todos os casos que passam por ela, a BIA dispensa em muitos casos a ida até agências e auxilia na realização de diversos serviços digitais como consultas de saldo e extrato, transferências, pagamentos de conta, investimentos, recargas de celular, empréstimos, entre outras transações. No total, a BIA responde sobre mais de 85 produtos e serviços do Bradesco.

As consultas mais demandadas à BIA são:

  • “Quero fazer um pagamento”
  • “Como cadastrar a Chave de Segurança no celular?”

Diariamente uma equipe de curadores especializados em informação digital dedica-se ao aprimoramento da plataforma. Inclusive ela passou por treinamentos de linguagens adequadas ao público millennial, para também atender de forma amigável os clientes do next, o banco digital do Bradesco.

A contínua ampliação do repertório da BIA tem resultado na adoção de novas transações financeiras. Como por exemplo, as recentes possibilidades de contratações de seguro viagem ou acionamento de seguro auto. Ou seja, quando o pneu fura, a bateria acaba, o carro está em pane, entre outros casos. Ademais, um novo serviço já chama a atenção dos usuários: basta perguntar “BIA, como está a economia?”, para que o cliente receba informações atualizadas sobre o cenário econômico, geradas pelo Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos do Bradesco, além de um link para o portal Economia em dia.

História e futuro da BIA

Primeiramente, o Bradesco já acompanhava de perto a evolução da inteligência artificial em diferentes áreas, quando decidiu lançar-se ao desafio de trazer a solução para o setor financeiro. Portanto, após fechar um contrato com a IBM, responsável pelo fornecimento da tecnologia cognitiva Watson, e mobilizar equipes para dar vida à então inédita modalidade de atendimento, o Bradesco lançou a BIA em 2016. Houve investimento em carreira dos funcionários direcionando a criação de novas funções e desenvolvimento de especialistas para construção da nova experiência com esta tecnologia disruptiva. Por fim, a estratégia de avanço foi muito cuidadosa para construir cada nova etapa sobre bases sólidas.

Em curto espaço de tempo, o trabalho ganhou grande dimensão. Ademais, redefiniu modelos no quesito atendimento digital e hoje é considerado uma referência mundial.

“Mesmo tendo alcançado uma enorme abrangência de conhecimento e tornado o atendimento ainda mais ágil e intuitivo, a BIA é um projeto em evolução, com metas para atuar de forma ainda mais inovadora no futuro, seja para aumentar a sua relevância na vida das pessoas, facilitar a nova forma de se relacionar com o banco ou desempenhar funções como consultoria, entre outros avanços. A BIA já é um dos principais ativos digitais e de inovação do Bradesco”, afirma Luiz Carlos Brandão Cavalcanti Júnior, Diretor Executivo de Inovação, Canais Digitais e next.

Alguns assuntos que podem ser consultados com a BIA pelos clientes:

Mobilidade Bradesco Celular e Acessibilidade l Leasing l Internet Banking l Custódia de Cheques l Refinanciamento l DDA (Débito Direto Autorizado) l Limite de Crédito Pessoal l BNDES (exceto modalidade que segue a sistemática FINAME) l Vendor l Empréstimo Vinculado l Limite de Crédito On-line l Microcrédito l Hotmoney l CDCI l Parcelado Electron l Negociação de Cobrança – Nova Arquitetura l Débito Automático.

Enfim, gostou da notícia?

Então nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter Instagram. Acompanhe nossos artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao mundo das fintechs.

P2P: é possível emprestar dinheiro para outras pessoas lucrando como os bancos?

Ela foi vista anteriormente com um pouco de desconfiança pelo mercado de investimentos. Contudo, agora ela está consolidada como uma opção altamente rentável e eficaz na estratégia de diversificação da carteira de investimentos. A modalidade de renda fixa Peer to Peer Lending (P2P) está atraindo cada vez mais investidores que buscam ganhos bem acima da taxa CDI.

É provável que você também goste:

BIA, assistente digital do Bradesco, atinge 100 milhões de interações

Empréstimo de antecipação do Imposto de Renda é arriscado?

P2P: é possível emprestar dinheiro para outras pessoas e lucrar como os bancos?

As plataformas P2P baratearam consideravelmente os custos dos empréstimos. Elas possibilitam aos investidores uma rentabilidade anual que pode chegar a 23% (ou 400% do CDI), já descontando o risco de inadimplência. Estes são números superiores à média dos ganhos com a renda fixa ao ano, que fica entre 7% a 8%.

O crédito P2P permite que um investidor empreste dinheiro para uma empresa. Inclusive até para outras pessoas, em troca da obtenção de ganhos com os juros. Ele se caracteriza pelo oferecimento de crédito a um custo mais baixo ao tomador e pela alta rentabilidade a quem empresta.

Do ponto de vista de retorno, o investidor tem a oportunidade de se transformar em um banco. E adivinha de onde vem grande parte do lucro dos bancos? Do crédito à pessoa física. Só em 2018, as instituições financeiras tiveram um saldo de R$ 1,791 trilhão proveniente de crédito para pessoas físicas, um crescimento de 8,6%.

O procedimento é legal?

Hoje, qualquer pessoa pode emprestar dinheiro a outra legalmente e receber juros. Em investimentos P2P, o investidor disponibiliza o seu dinheiro diretamente para quem precisa. Dentre as vantagens desse investimento, além do seu retorno financeiro – já mencionado anteriormente -, está a rapidez do processo, que é todo online.

Nessa modalidade, o investidor está no controle e, ao invés de passar por um processo longo e complexo de análise de crédito, ele conta com a tecnologia para agilizar a aprovação dos empréstimos. E como a operação não fica subordinada ao alto valor do spread brasileiro, o custo de toda a operação se torna bem menor.

Vale ressaltar que no caso de empréstimo entre pessoas, o investidor não está sujeito a nenhuma ilegalidade de agiotagem, pois as transações são feitas através de instrumentos legais, como Cédulas de Crédito Bancário (CCB), que o torna dono do direito de recebimento dos juros do empréstimo.

Ok, mas isso é confiável?

Ao investir em empréstimos P2P, o investidor tem o mesmo risco que um Banco ao oferecer crédito na praça. Para minimizar a taxa de inadimplência, as fintechs contam com a mesmas estratégias e tecnologias das grandes instituições financeiras para análise de crédito.

Assim, as pessoas podem emprestar dinheiro entre si com a mesma segurança, solidez e tecnologia e o mais interessante: pegar uma parte do lucro que ficaria com o banco. Por isso que digo que ao investir em crédito P2P, o investidor se torna um banco.

Hoje, qualquer pessoa pode emprestar dinheiro legalmente e receber juros. O investidor, além de além de auferir retornos maiores do que investimentos mais usuais nos bancos, também ajuda outras pessoas a alcançarem seus objetivos.

Milhares de pessoas estão lucrando e outras milhares foram incluídas de volta ao mercado de crédito. Ademais, elas estão com a oportunidade de quitar as suas dívidas com o dinheiro emprestado a juros menores. Outras estão realizando seus sonhos, montando o próprio negócio, reformando a casa e investindo em educação e qualificação profissional.

Claro que aportar dinheiro e ter alta rentabilidade é a meta dos investidores e de pessoas comuns que buscam novas opções de investimentos com alto retorno. Mas, quer saber? Ajudar outras pessoas a alcançarem seus objetivos também é algo prazeroso e o melhor, faz bem para a nossa alma.

Leonardo Rebitte é CEO da Mutual

Enfim, gostou do artigo?

Então nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter Instagram. Acompanhe nossos artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao mundo das fintechs.