Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Fintech Belvo capta aporte de R$ 225 mi e foca no open banking do Brasil

0

Há dois anos atrás, a América Latina começava a avançar em direção ao open banking. Paralelo a isso, os espanhóis Pablo Viguera e Oriol Tintoré, decidiram empreender na região. Com isso, ainda em meados de 2019, fundaram a fintech Belvo, e iniciaram o negócio no México. Em seguida, expandiram para a Colômbia, e em outubro de 2020, chegaram ao Brasil. Atualmente, o país é a principal aposta da fintech, diante da criação do open banking. 

É provável que você goste também:

Confira 4 apps de crédito para quem ainda não tem cartão

Bradesco e Mercado Livre apoiam a 25ª Parada do Orgulho LGBT+ de SP

Fintech colombiana Addi chega ao Brasil, após aporte de US$ 65 milhões

Fintech Belvo capta aporte de R$ 225 mi e foca no open banking do Brasil

De acordo com as estimativas do BC, após iniciar a primeira fase do open banking em fevereiro, a segunda fase deve começar em julho de 2021. Nessa etapa, os clientes vão poder pedir o compartilhamento de seus dados. Com esse avanço do open banking no Brasil, a fintech Belvo buscou captar investimentos no mercado para acelerar o desenvolvimento do seu produto. 

Dessa forma, na última terça-feira (01), a fintech Belvo anunciou a captação de US$ 43 milhões – cerca de R$ 224 milhões, em sua rodada série A. Compõem essa rodada, os investidores institucionais Future Positive (Pinterest, Square), Kibo Ventures (Flywire, Coverwallet) e FJLabs (Checkr e Recargapay). Além disso, conta com anjos como Sebastián Mejía, co-fundador e presidente da Rappi, e Harsh Sinha, diretor de tecnologia da Transferwise.

Por fim, os investidores das rodadas anteriores, como Kaszek Ventures, Maya Capital, Venture Friends e David Vélez (fundador e presidente do Nubank) também participaram. Até então, a fintech Belvo havia conseguido US$ 13 milhões em aportes. 

De acordo com Mônica Saggioro, co-fundadora da gestora Maya Capital:

“A Maya Capital fez seu primeiro investimento na Belvo no final de 2019 e, desde então, o time fez avanços significativos em sua solução, expansão internacional e carteira de clientes, já estando integrados com clientes relevantes como Mobills, Onze, Celero, Divibank e Clara. Sempre buscamos os times mais preparados para cada tese e temos convicção de que a Belvo é esse time, e que continuará a se solidificar como o principal player na América Latina”.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Twitch e Instagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: atk work / Shutterstock.com

- Publicidade -

Comentários
Carregando...