No ranking de reclamações contra instituições financeiras no terceiro trimestre, segundo o Banco Central, o Banco Pan ficou em primeiro lugar. Já em segundo ficou o BMG e em terceiro vem o Bradesco.

É provável que você também goste:

Cartão Recarga Pay devolve 1% de dinheiro em todas as compras e é sem consulta ao SPC e Serasa.

Crefisa é condenada por cobrar juros abusivos de 1000% ao ano de cliente idoso e pobre.

Falha impede clientes do Banco do Brasil de efetuarem transferências.

Banco Pan, BMG e Bradesco são os líderes em reclamações ao Banco Central no 3° trimestre

O Pan recebeu, no período, 646 queixas que foram consideradas procedentes contra o banco. A maioria das reclamações foram por “oferta ou prestação de informação a respeito de produtos e serviços de forma inadequada (125)”.

A elaboração do ranking é feita levando em consideração as reclamações procedentes que são divididas pelo número de clientes da instituição financeira que originou a demanda e multiplicadas por 1 milhão.

Assim é gerado um índice que representa o número de reclamações do banco para cada grupo de 1 milhão de clientes. O resultado, então, é avaliado pela quantidade de clientes de cada instituição financeira. Com o cálculo, o Pan ficou com o índice 149,58.

Já o BMG, que está em segundo lugar, tem o índice 82,22 e 376 reclamações. O Bradesco vem em seguida com índice 24,16 e 2.409 reclamações. O banco Pan conta com 4.318.631 clientes, o BMG, 4.566.863, e o Bradesco, 99.684.907.

Os três bancos foram procurados pela Agência Brasil, mas não se pronunciaram sobre o assunto.

O Banco Central recebeu, no total, 12.837 reclamações, no período, contra todas as instituições financeiras.

Enfim, gostou da matéria sobre os líderes em reclamações ao Banco Central?

Então, nos siga no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais,  empréstimos e matérias relacionadas ao mundo de fintechs.