Crédito, Educação Financeira, Notícias, Serviço de Proteção ao Crédito

Por que a Boa Vista aumentou o score de crédito em massa dos consumidores? 

Por que a Boa Vista aumentou o score de crédito em massa dos consumidores?

Quem acompanha meus textos aqui no site sabe que meu score no Boa Vista era de 733 pontos, como divulguei neste artigo. Meu score agora é de 755, ou seja, ele teve um aumento de 22 pontos. E, assim como eu, muitos consumidores tiveram um aumento de score de crédito nos últimos dias. Afinal, porque a Boa Vista aumentou o score em massa?

É provável que você também goste:

Empréstimo urgente do Bradesco: dinheiro cai na hora e você não precisa comprovar finalidade.

Ursinhos do Nubank esgotam em apenas duas horas, empresa vai começar a cobrar por TED?

Seu CPF não está sendo movimentado? Este pode ser o motivo do Score baixo!

Por que a Boa Vista aumentou o score de crédito em massa dos consumidores?

Eu, particularmente, não tive um grande aumento, acredito que seja porque o meu score já era relativamente alto. Além disso, eu pedi recentemente alguns cartões, o que pode ter reduzido o aumento. Afinal, como já dissemos diversas vezes aqui nas nossas dicas para aumentar o score, solicitar crédito na praça reduz a sua classificação de crédito.

Caso queira saber mais sobre essas dicas, e sobre o que pode influenciar no seu score, recomendo a leitura deste artigo até o final, pois vou deixar algumas dicas certeiras para você aumentar ainda mais o seu score, tanto na Boa Vista quanto em outros bureaus de crédito, como Quos, Serasa Experian e SPC Brasil.

Por que a Boa Vista aumentou o score?

Como noticiamos aqui no começo do ano, o Cadastro Positivo neste ano passou a ser automático. Ou seja, você não precisa mais fazer o cadastro, pois as empresas passaram a enviar as informações de crédito dos consumidores diretamente para SPC Brasil, Serasa Experian, Boa Vista e Quod.

Dessa forma, os bureaus de crédito ficaram com a responsabilidade de gerenciar os cadastros e utilizá-lo na composição do score de crédito. O Cadastro Positivo reunirá informações sobre como têm sido pagos os compromissos relacionados à contratação de crédito, como empréstimos, financiamentos e cartões de crédito, por exemplo.

Cadastro positivo automático

A aprovação do Cadastro Positivo automático aconteceu em julho de 2019. Com o cadastro positivo automático, tornou-se obrigatória a inclusão dos dados de todos os consumidores nos bancos de dados da Serasa Experian, SPC Brasil e lógico, a Boa Vista. Entretanto, apenas os dados gerados após a aprovação da lei é que estão sendo incluídos no novo cadastro positivo.

Com o cadastro positivo automático, muitos consumidores brasileiros podem ter um aumento no score de crédito de maneira inesperada. Isso porque antes do cadastro positivo ser automático, esses bureaus de crédito não tinham acesso a algumas informações importantes, especialmente contas de consumo, como água, luz e telefone, que agora fazem parte dos dados enviados.

Na prática, o cadastro positivo automático é ótimo para o bom pagador, mas nem tanto para quem não honra seus débitos em dia. Ainda assim, caso você não queira que seus dados sejam coletados automaticamente, confira nosso tutorial Como sair do Cadastro Positivo automático no SPC, Serasa e Boa Vista.

Então, minha aposta para explicar porque o Boa Vista aumentou o score é que agora o bureau tem mais acesso às informações dos consumidores graças ao cadastro positivo automático. Mas é só uma dedução minha, pois não há nenhuma declaração oficial sobre o tema.

Como aumentar ainda mais o score na Boa Vista

Se você ainda não está satisfeito com seu score de crédito, ou simplesmente deseja chegar o mais perto possível dos 1.000 pontos, aqui vão algumas dicas certeiras para aumentar seu score.

1. Mantenha contas em seu nome

Vale pôr em seu nome a conta da água, da luz, do telefone, da internet ou mesmo abrir um crediário ou adquirir um novo cartão de crédito.

2. Tenha moderação ao solicitar crédito

Minha dica é solicitar no máximo um cartão a cada três meses. Isso porque a cada seis meses suas consultas são apagadas automaticamente do sistema. E o sistema financeiro toma conhecimento de todos os cartões que você pede e são recusados, portanto, tenha cautela.

3. Use pelo menos 30% do limite do seu cartão de crédito

Na verdade, quanto mais você usar (e pagar), melhor. Se for para ter um cartão e não usar, sendo que você tem outros e usa, então é melhor cancelar este cartão e ter apenas os que você utiliza.

4. Coloque suas contas em débito automático

Lembra que falei para você ter contas no seu nome (dica 1)? Então, que tal passar essas contas para o débito automático? Isso seria igual a matar dois coelhos com uma cajadada só (não mate os coelhinhos, por favor!).

5. Tenha contas em banco

E, principalmente, movimente essas contas. Assim como falei dos cartões de crédito não utilizados, contas bancárias não utilizadas passam uma imagem ruim para o sistema financeiro, de que você é desses que abre contas só por abrir. Minha dica é que, quando você receber seu salário, por exemplo, transfira seu dinheiro de uma conta para outra (isso é bem fácil de fazer com contas digitais, que têm TED gratuita). Dessa forma, com a mesma grana você consegue movimentar todas as contas pelo menos uma vez por mês.

6. Pague suas contas em dia

Essa nem precisava estar aqui, não é? Logicamente, pagar suas contas em dia o torna um bom pagador e mostra ao sistema financeiro que você é uma pessoa séria e comprometida com as finanças. Mas, para além de pagar as contas em dia, eu recomendo que, sempre que possível, você pague suas contas adiantado.

7. Evite parcelar a fatura do cartão de crédito

Ao parcelar a fatura, adivinha o que você está dizendo ao sistema financeiro? Que você não consegue pagar suas despesas. E adivinha o que acontece com o seu score? Pois é, ele despenca.

8. Evite fazer o pagamento mínimo da fatura do cartão de crédito

Pois assim como a dica 7, o pagamento mínimo faz com que seu score baixe. Além disso, sai caro, pois os juros do cartão de crédito são altíssimos. Recomendo que em vez de fazer isso, você cogite contratar um empréstimo com juros mais baixos do que os juros do cartão de crédito. Assim, seu score não será impactado da mesma forma.

9. Renegocie dívidas prescritas (caducadas)

Você pode usar o Acertando Suas Contas da Boa Vista, o Feirão Limpa Nome da Serasa Experian ou o Eu em dia.

10. Exclua o histórico de consultas no CPF

Adicionalmente, você também pode solicitar que os bureaus de crédito removam as consultas que ocorreram no seu CPF nos últimos meses. A gente explica como fazer isso mais detalhadamente neste artigo.

Além dessas dicas, salientamos que o aumento no score não acontece da noite para o dia. Trata-se de um trabalho de médio prazo, mas que logo nos primeiros meses você verá o resultado. O ideal é seguir sistematicamente ao longo de doze meses, que é o período ao longo do qual Score é renovado completamente.

Enfim, gostou da matéria?

Então, siga o nosso canal do YouTube, e nossas redes sociais como o FacebookTwitter Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, empréstimos e matérias relacionadas ao assunto de fintechs.

Relacionados

Seu Crédito Digital 2019 - Feito com ♥ Rony Max.