Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Como retirar o dinheiro trancado em banco quando uma pessoa morre?

0

A perda de um familiar é uma situação muito desagradável e dolorosa. Entretanto, é muito importante você saber quais os seus direitos, e como agir neste caso. Pensando nisso, saiba o que fazer, no caso de dinheiro trancado em banco, após a morte de um ente querido.

É provável que você também goste:

Golpe financeiro: Saiba como agir após ter sido alvo

Digio oferece pagamento via Pix no cartão de crédito, mas tem juros

Seja membro

Banco Digio dá 5 dicas para quitar dividas e ficar com o nome limpo

Como retirar o dinheiro trancado em banco quando uma pessoa morre?

Caso fique dinheiro trancado no banco, existe uma maneira que pode ajudar você a resolver o problema. Além de resolver a questão do dinheiro retido, é possível também, ver a questão de transferência de carro, ou moto, desde que os bens sejam de valores menores. 

Nesses casos, você pode pedir um alvará judicial, ao invés de ter que fazer um inventário. Confira abaixo, a lista de situações em que um alvará judicial é a forma mais simples de resolver o problema.

  • Em situações de transferência de veículo (quando não há outros bens); 
  • Quando você quer realizar saques em contas bancárias, que não sejam maiores de R$ 11 mil. Entretanto, se houver mais dinheiro na conta, ai pode ser retirado, desde que, não haja outros bens a serem divididos;
  • Além disso, pode-se usar o alvará, para saques do FGTS ou PIS/PASEP;
  • Em situações de saques com relação a benefícios previdenciários.

Como solicitar o alvará?

O alvará judicial para retirar o dinheiro trancado, ou dividir outros bens, pode ser solicitado por familiares do falecido. Dessa forma, um companheiro (a), herdeiro ascendente ou descendente, pode solicitar. 

No caso de falecimento de uma pessoa que não tem parentes ascendentes ou descendentes, a linha sucessória nesses casos, são os parentes colaterais. 

Enfim, gostou da matéria?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Twitch e Instagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: nattanan726/shutterstock.com

Comentários do Facebook

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.